Psicóloga de Harvard sugere o que sonham os cães

Foto: GK Hart/Vikki Hart/Getty

Que donos de cães nunca viram seus companheiros fazendo movimentos como se estivessem correndo enquanto dormem? Será que estão sonhando sobre uma corrida em um campo aberto ou brincando com seu dono no parque?

Segundo a psicóloga Deirdre Barrett, professora de Psicologia Clínica e Evolucionária na Escola Médica de Harvard, em entrevista sobre sonhos à revista People, nada relacionado aos sonhos dos animais é especulativo.

“Humanos sonham sobre as coisas que lhes interessam no cotidiano, apesar de mais visuais e menos lógicas. Não há razão para pensar que os animais são diferentes. A partir do ponto em que os cães são extremamente ligados a seus donos humanos, é provável que seu cachorro esteja sonhando com a sua cara, seu cheiro, e te alegrar ou te provocar”, afirma Deirdre.

Os únicos animais que chegaram a relatar seus sonhos a humanos foram os gorilas Koko e Michael, que aprenderam a linguagem de sinais. A pesquisadora Penny Patterson relata que Koko ocasionalmente sinaliza sobre eventos fantásticos, pessoas e lugares que ela não tenha visto recentemente, apenas ao acordar. Michael, que é conhecido por ter sido capturado quando caçadores furtivos mataram toda sua família, às vezes acorda e sinaliza “Pessoas más matam gorilas”.

O que se sabe com certeza é que a maioria dos mamíferos tem ciclos de sono semelhantes aos seres humanos, entrando em uma fase de sono profundo, em que o cérebro é muito menos ativo, e então em períodos de atividade, o chamado Rapid Eye Movement (REM) – Movimento Rápido dos Olhos, na tradução para o português – , em que os sonhos ocorrem para os seres humanos. Isso certamente faz com que seja o melhor palpite que outros mamíferos também sonham. Com base nessa observação, no caso de ratos, esses estágios são percorridos mais rapidamente, então eles devem ter sonhos mais curtos e frequentes. Diferente nos elefantes, com um ciclo maior. Répteis e peixes não têm os ciclos REM, então eles provavelmente têm sono sem sonhos. 

Fonte: People