Homem passa dois dias tomando LSD e assistindo Os Simpsons e relata sua experiência

Simpsonslsd

Um homem encarou uma maratona insana esta semana, aparentemente assistindo o seriado de desenho animado “Os Simpsons” por mais de dois dias, enquanto ingeria LSD na esperança de encontrar uma verdade oculta por trás da série.

Assistir aos cerca de 578 episódios nesse curto espaço de tempo já é uma tremenda loucura, e provavelmente induziria a alucinações e estados alterados de consciência. Mas tomando ácido, a comunidade de Springfield deve ter se tornado algo além.

Após a farra, doobieschnauzer (seu apelido online) relatou no Reddit seus resultados selvagens e existencialistas sobre os temas subjacentes do desenho animado, e pareceu bastante deslumbrado com a experiência.

Timothy Leary, o criador do LSD, deve ter ficado bastante intrigado (ou entusiasmado) com esse cara.

O seu relatório na íntegra (sic):

“Os Simpsons é o maior show de comédia de todos os tempos. Os Simpsons é a história de todos nós. Quando os marcianos descerem e pedirem a nossa história, eu vou lhes entregar todas as temporadas de Os Simpsons em DVD ou o que quer que eles usem para assistir.

Somos todos Bart – Nós todos nos sentimos desvalorizado, porque as pessoas decidem se concentrar em nossas falhas em vez de nossos talentos. Temos sido influenciados pelas pessoas más, e sido uma má influência. Todos nós procuramos emoções que nos machucam e aqueles que nos rodeiam.

Somos todos Lisa– Nós todos nos sentimos desprezados quando tentamos ser a voz da razão e da inteligência, e as pessoas que amamos nos ignoram. Todos nós nos sentimos como se estivéssemos chegando a lugar nenhum, apesar de nossos talentos. Todos nós nos sentimos como se estivéssemos presos com pessoas que nunca irão nos entender.

Somos todos Marge– Nós todos nos sentimos desprezados quando tentamos expressar preocupação, e as pessoas que amamos nos vejam como um chato. Todos nós nos sentimos como se estivéssemos sendo sufocados por nossos entes queridos, a tal ponto que nós nunca vamos desenvolver a nossa própria personalidade.

Somos todos Homer – Nós todos nos sentimos desprezados quando nós não merecemos. Estamos todos mercurial e ignorantes. Estamos todos tentando atenuar a dor de uma vida que nunca vai nos satisfazer, a ponto de ferir nossos cérebros.

Somos todos Maggie (obrigado por me lembrar allthereis_isnothing) – Todos nós nos sentimos desprezados porque não nos sentimos ouvidos e facilmente esquecidos. Todos nós temos talentos que nós sentimos que ninguém pode ver. E, se você tomar tantos medicamentos como eu, você provavelmente cairá muito.

Todos eles nunca se encaixarão, não importa quão duro eles tentem.Todos eles nunca vão mudar.

Nós todos temos pais ruins, todos nós vamos ser pais ruins (os de nós que têm crianças), e todos nós encontramos amor na co-dependência.

Springfield é um cérebro humano. Cada habitante é uma representação perfeita de uma outra parte de nós.

Shelbyville é outro cérebro humano. Nós odiamos uns aos outros sem nenhum motivo, mesmo que sejamos exatamente o mesmo.

Os Simpsons evoluiu a sociedade americana. Eles nos permitiram falar sobre a corrupção em ambos os lados da política norte-americana, direitos dos homossexuais, bons e maus pais, bons donos de animais de estimação, a ética do vegetarianismo, os vieses do nosso entretenimento, e apenas sobre todo o resto.

Os melhores animadores (como Brad Bird) e os melhores escritores de comédia trabalhou em Os Simpsons, assim seu modelo funciona como um perfeito exemplo de como escrever comédia e animar – a tal ponto que todo mundo foi “enganado”.

Mas a beleza de Os Simpsons é que eles “arrancaram” tudo o que fizeram. A beleza de Os Simpsons é que somos todos iguais, e tudo já foi feito antes, então você pode muito bem criar e expressar-se livremente.

Somos Springfield. Somos Simpsons. Matt Groening é um Deus. Dan Castallaneta, Yeardley Smith, Nancy Cartwright, Julie Kavner, Hank Azarea, e Harry Shearer são alguns dos melhores humoristas, improvisadores e dubladores que já viveram.

Tomem um ácido e assistam Os Simpsons todo mundo. Agora é a hora de Os Simpsons. Deus abençõe Os Simpsons”.

Fonte: Independent