Cosméticos têm período de validade reduzido após aberto

Todos os alimentos possuem data de validade. Muitos deles ainda vêm com a indicação “após aberto, consumir em três dias”. Isso significa que a interação entre o produto, o oxigênio, a umidade e os micro-organismos presentes no ambiente gera desgaste e pode até estragar o alimento. Além disso, conforme o recipiente em que está armazenado, aumenta também a probabilidade dessa interação. Com os cosméticos funciona da mesma forma.

O setor de cosméticos não para de crescer e é comum ver o público feminino, sobretudo, comprando esses produtos por impulso. O resultado é que, muitas vezes, vários cosméticos com a mesma finalidade são abertos e esquecidos nas prateleiras, a ponto de expirar o prazo de validade ou o PAO (Period After Opening – Período Após Aberto, na tradução livre para o português) — este último muito comum na Europa.

“A finalidade do PAO é indicar em quanto tempo um produto cosmético deve ser consumido após ser aberto, para garantir sua eficácia e segurança, já que a qualidade dos produtos pode ficar reduzida após a abertura da embalagem, caso o produto venha a sofrer alguma degradação decorrente do meio externo”, esclarece Bruna Mansani, química e responsável pelo controle de qualidade de produtos da Buona Vita Cosméticos.

PAO validade1

PAO é o “Period After Opening” e vem descrito nas embalagens dos produtos

Segundo a especialista, respeitar a determinação de consumo do “” é um dos fatores que influenciam a segurança e eficácia do cosmético. Já a “Data de Validade” é a data em que o produto expira e não deve mais ser usado, podendo oferecer riscos ao consumidor.

“No caso de profissionais da área de saúde, estética, clínicas e centros de beleza, a utilização de produtos expirados representa também infração sanitária”, complementa.

Exemplo de como o PAO é representado nas embalagens

Exemplo de como o PAO é representado nas embalagens

Por que o PAO é importante e como esse prazo é determinado
De acordo com a química, todos os produtos cosméticos após abertos têm sua validade alterada pelo fato de estarem expostos a uma série de fatores — independente de o produto trazer ou não essa informação em sua rotulagem.

“Nossa mão, nosso corpo e o meio ambiente em geral têm muitos micro-organismos, portanto, dependendo de sua embalagem, da forma como o produto é manuseado, bem como sua conservação, a carga microbiana injetada para dentro do frasco e que, consequentemente, entra em contato com o produto cosmético, é muito grande. Por isso, não podemos esquecer de que, quanto mais o produto for exposto à contaminação, mais o sistema conservante ficará sobrecarregado, podendo ultrapassar sua capacidade de conservação”, explica Isabel Luiza Piatti, tecnóloga em estética e diretora de Pesquisa e Desenvolvimento de produtos na Buona Vita Cosméticos.

Para determinar o PAO, a química conta que é importante analisar o produto como um todo, pois alguns são mais susceptíveis a sofrerem alterações e perda de suas propriedades.

“Os principais fatores para a determinação correta do PAO são: o sistema conservante do produto; presença de água; matérias-primas e características como capacidade de conservação e se são passíveis de sofrerem alterações químicas em contato com o ar ou outros agentes oriundos do meio externo; o tipo de embalagem e a probabilidade de exposição a micro-organismos e à contaminação externa; e, por fim, a indicação de armazenamento depois de aberto, o modo de uso e os hábitos do consumidor de determinado produto”, lista.

Bruna ressalta ainda a orientação de que nunca se deve utilizar produtos cosméticos fora de sua “Data de Validade” ou da indicação de “Período Após Aberto”.

“Dependendo das matérias-primas ali contidas, o produto fica sujeito a desenvolver micro-organismos patogênicos que podem causar reações adversas e serem prejudiciais à saúde. Se for um produto para área dos olhos, ou um que entrará em contato com a pele, pode provocar desde irritação até infecção mais grave caso a pele já tenha alguma lesão”, exemplifica a química.

PAO e a data de validade: qual devo seguir?
Para responder a essa pergunta, existe um simples lembrete: vale o que expirar primeiro.

“Então, se a Data de Validade expirar primeiro, o produto não deve mais ser utilizado, mesmo se o Período Após Aberto ainda for válido. Agora, se o Período Após Aberto expirar primeiro, o produto deve ter seu uso interrompido ao final do tempo indicado, mesmo se o prazo de validade ainda estiver valendo”, explica a química. “Como a indicação de Período Após Aberto pode variar de produto para produto, é essencial que a empresa fabricante divulgue essa informação a fim de orientar o consumidor”, completa.

No Brasil, a Anvisa estabelece a obrigatoriedade apenas do prazo de validade na embalagem dos produtos.

Fonte: Divulgação