SP ganha novo espaço multicultural compartilhado

Fachada do La Cabane (Foto: Facebook)

Fachada do La Cabane (Foto: Facebook)

Será inaugurado hoje na capital paulista o La Cabane, um espaço onde artistas, professores e empreendedores podem trabalhar em seus projetos, dar aula em salas equipadas e realizar encontros.

A proposta é ser um espaço compartilhado onde arte, design, DIY, encontros e cursos diversos se misturam num ambiente multicultural. O local contará com sala de gravação de vídeo, ateliê de marcenaria, ateliê de gravura
salas de reunião, aulas ou workshops e um espaço de co-working com 10 lugares.

O nome do novo espaço remete à cabane à sucre, lugar onde é produzido o famoso “sirop d’érable”, melado canadense que a árvore cuja folha aparece na bandeira do Canadá solta a água doce por três semanas todo ano.

O La Cabane já tem alguns colaboradores atuando:

D-Shed: O Gerson Sakurai, grande idealizador da Cabane, montou um ateliê compartilhado de marcenaria onde ferramentas estão a disposição dos amadores em marcenaria que querem fabricar os próprios móveis.

Atelier Pássaro de Papel: coordenado por Carola Trimano artista, arte educadora e pesquisadora em artes visuais, responsável pela criação, direção, gestão e produção de projetos culturais de arte, educação e sustentabilidade. Com larga experiência em produção cultural, curadorias e ações educativas, organizou e participou de mostras, intervenções artísticas e projetos no MAM-SP, Espaço Citi, MARCO – MS, Memorial da América Latina, MIS-SP, SESC-SP e em diversas instituições privadas e publicas no Brasil e exterior.

Olhares Impressos: Coletivo internacional de artistas gráficos que se unem em constante movimento e circulação para organizar workshops, mostras, intervenções e produção de obra e produtos nas mais variadas técnicas de gravura e impressão.

O Grito Gallery: Uma plataforma de arte cultura que tem como objetivo divulgar, comercializar e incentivar a produção artístico cultural nacional e latino-americano com artistas consagrados e emergentes de alta qualidade.

École Québec: Catherine Potvin, franco-canadense que chegou no Brasil um pouco mais de 10 anos atrás criou uma escola de francês, inglês e cultura canadense e hoje quer divulgar ainda mais a cultura canadense ao fundar La Cabane.